Tags

, , , , , ,

Primeiro post da série #WrittingTips

Apresentação:

Antes de começar a escrever, fiz uma pesquisa e comprei alguns livros que são indicados pra quem quer se aventurar nesse mundo. O primeiro que li foi o magnífico “Lendo como um escritor” da Francine Prose. Fiz algumas marcações, mas como foi o primeiro da série, ainda não tinha vindo o insight de marcar o texto e compartilhar com vocês, então deve ter poucas anotações. Esse do Bradbury foi o segundo, mas o insight ainda não estava totalmente materializado, então o post ficou significativamente pequeno. Feel free to compartilhar mais dicas desse belo livro/ator.

Livro: O ZEN E A ARTE DA ESCRITA por Ray Bradbury:

  1. “Cada conto foi escrito para encontrar eus”;
  2. “Pulava da cama todas as manhãs, caminhava até a minha escrivaninha e anotava qualquer palavra ou série de palavras que vinham à mente…
  3. Primeiro, remexia na minha mente buscando palavras que pudessem descrever os meus pesadelos pessoais, os medos noturnos e da minha infância, e moldava histórias com base neles”;
  4. “Não me conte piadas insípidas. Rirei da sua recusa em deixar-me rir”;
  5. “Não construa pra mim tensão em relação a lágrimas e recuse as minhas lamentações. Vou buscar melhores muros de lamentação”;
  6. “Não cerre os meus punhos por mim e esconda o alvo. Posso acertar você, em vez dele”;
  7. “Deixe o resíduo vir quando a peça terminar e o público for para casa. Deixe o público acordar no meio da noite e dizer: ‘Oh, foi isso que ele quis dizer!’ . Ou, no dia seguinte, gritar: ‘Ele quis dizer nós!’ “;
  8. “Devo me apressar em dizer que aqui a imitação é natural e necessária para o escritor iniciante. Nos anos preparatórios, um escritor deve escolher o campo em que acha que suas ideias se desenvolverão mais confortavelmente”.

 

PS: De quais dicas vocês se identificaram mais? Preciso nem dizer que me identifico com todas, né? P=

Anúncios